sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Coceira na mão esquerda...

A partir da próxima semana tem grana nova na praça... é isso aí as novas notas do Real estão de cara nova, a nossa conhecida República continua lá, assim como os animais brasileiros que ilustram cada nota. Houve uma reorganizacão visual e mudança de formato. Bonitas, continuam bem bonitas.

Pra que dinheiro
Martinho da Vila
Dinheiro pra que dinheiro
Se ela não me dá bola
Em casa de batuqueiro
Só quem fala alto é viola
Venha depressa, correndo pro samba
Porque o samba já vai terminar
Afina logo a sua viola
E canta samba até o sol raiar
Mas, dinheiro pra que dinheiro...
Eu era um cara muito solitário
Não tinha mina pra me namorar
Depois que eu comprei uma viola
Arranjo nega de qualquer lugar
Dinheiro pra que dinheiro...
Eu tinha grana
Me levaram a grana
Fiquei quietinho
Nem quis reclamar
Mas, se levarem
A minha viola, não me segura
Porque eu vou brigar
Dinheiro pra que dinheiro ...
Pára depressa com essa viola
Porque o samba já vai terminar
Eu vou depressa correndo pra casa
Pegar a marmita para ir trabalhar
Dinheiro pra que dinheiro....

Beleza pura
Caetano Veloso
Não me amarra dinheiro não!
Mas formosura
Dinheiro não!
A pele escura
Dinheiro não!
A carne dura
Dinheiro não!...
Não me amarra dinheiro não!
Mas elegância...
Não me amarra dinheiro não!
Mas a cultura
Dinheiro não!

Não quero dinheiro
Tim Maia
Vou pedir prá você ficar
Vou pedir prá você voltar
Eu te amo
Eu te quero bem
Vou pedir prá você me amar
Vou pedir prá você gostar
Eu te amo
Eu te adoro, meu amor
A semana inteira
Fiquei esperando
Prá te ver sorrindo
Prá te ver cantando
Quando a gente ama
Não pensa em dinheiro
Só se quer amar
Se quer amar
Se quer amar
De jeito maneira
Não quero dinheiro
Quero amor sincero
Isto é que eu espero
Grito ao mundo inteiro
Não quero dinheiro
Eu só quero amar

Mim quer tocar
Ultraje a rigor
Mim quer tocar
Mim gosta ganhar dinheiro
Me want to play
Me love to get the money
Mim é brasileiro
Mim gosta banana
Mas mim também quer votar
Mim também quer ser bacana
Me want to play
Mim gosta tanto tocar
Mim é batuqueiro
Mas mim precisa ganhar
Mim gosta ganhar dinheiro

Dinheiro em penca
Antonio Carlos Jobim • Cacaso
O mati é passo preto
Ele é muito tapereiro
Ele canta por amor
Eu só canto por dinheiro
No seu canto tem valor
No meu canto tem vintém
Ele geme a sua dor
Eu não choro por ninguém
Ninguém sabe ir pelo Catumbi
Ninguém sabe, ninguém sabe
[...]

Abrigo de vagabundos
Adoniran Barbosa
Eu arranjei o meu dinheiro
Trabalhando o ano inteiro
Numa cerâmica
Fabricando potes
e lá no alto da Moóca
Eu comprei um lindo lote dez de frente e dez de fundos
Construí minha maloca
Me disseram que sem planta
Não se pode construir
Mas quem trabalha tudo pode conseguir
João Saracura que é fiscal da Prefeitura
Foi um grande amigo, arranjou tudo pra mim
Por onde andará Joca e Matogrosso
Aqueles dois amigos
Que não quis me acompanhar
Andarão jogados na avenida São João
Ou vendo o sol quadrado na detenção
Minha maloca, a mais linda que eu já vi
Hoje está legalizada ninguém pode demolir
Minha maloca a mais deste mundo
Ofereço aos vagabundos
Que não têm onde dormir

Meu mundo é hoje
Paulinho da Viola • Wilson Batista
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Meu mundo é hoje não existe amanhã pra mim
Eu sou assim, assim morrerei um dia.
Não levarei arrependimentos nem o peso da hipocrisia.
Tenho pena daqueles que se agacham até o chão
Enganando a si mesmo por dinheiro ou posição
Nunca tomei parte desse enorme batalhão,
Pois sei que além de flores, nada mais vai no caixão.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.

Pelas capitais
Moraes Moreira
Lá em Maceió você de mim não teve dó
Em Aracajú a coisa virou angu
Já em São Luís a gente foi tão feliz
Em Belém do Pará eu não parei de chorar
Lá em Manaus vimos que somos bons e maus
E em Teresina acabou-se toda nossa gasolina
Em Salvador, só em Salvador eu conquistei para sempre o seu amor
Em Salvador, com a ajuda de Xangô, ô ô
Eu conquistei como um rei o seu amor
E lá em Recife foi um disse que me disse
Porém em Natal a coisa ficou legal
Já em João Pessoa nós curtimos numa boa
Mas em Curitiba necas de pitibiriba
Em Porto Alegre alugamos um casebre
E no Rio de Janeiro acabou-se todo o dinheiro
Belo Horizonte um belo horizonte
Já em Vitória pintou uma outra história
E na Paulicéia você pirou da idéia
Em Florianópolis se lembrando de Nilópolis
Já em Campo Grande nosso amor foi muito grande
Mas em Cuiabá você ficou sarará
Lá em Goiânia até cantamos guarânia
Em Brasília foi a hora de abraçar toda a família
Em Salvador...
Lá em Macapá tomamos muito guaraná
Tantas outras coisas aconteceram por lá
Já em Boa Vista você disse até a vista
Mas em Fortaleza uma poética tristeza
Em Porto Velho visitamos o Cornélio
Em Rio Branco nos beijamos tanto tanto e no entanto

Mancada
Gilberto Gil
O dinheiro que eu lhe dei
Pro tamborim
Não vá gastar depois jogar a culpa em mim
O dinheiro que eu lhe dei
Não é meu não
É da escola por favor não mete a mão
Você lembra muito bem
No outro carnaval
Você chorou porque não pode desfilar
A fantasia que eu mandei você comprar
Não ficou pronta porque o dinheiro
Que eu lhe dei pra costurar
Você, hum, hum
Eu nem vou dizer
Prá não lhe envergonhar

Injuriado
Chico Buarque
Se eu só lhe fizesse o bem
Talvez fosse um vício a mais
Você me teria desprezo por fim
Porém não fui tão imprudente
E agora não há francamente
Motivo pra você me injuriar assim
Dinheiro não lhe emprestei
Favores nunca lhe fiz
Não alimentei o seu gênio ruim
Você nada está me devendo
Por isso, meu bem, não entendo
Porque anda agora falando de mim

Comida
Titãs • Arnaldo Antunes • Marcelo Fromer • Sérgio Britto
Bebida é água!
Comida é pasto!
Você tem sede de que?
Você tem fome de que?...
A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte...
A gente não quer
dinheiro
A gente quer dinheiro
E felicidade
A gente não quer
Só dinheiro
A gente quer inteiro
E não pela metade...
Diversão e arte
Para qualquer parte
Diversão, balé
Como a vida quer
Desejo, necessidade, vontade
Necessidade, desejo, eh!
Necessidade, vontade, eh!
Necessidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário